10 Junho 2019 Publicado em Células Escrito por 

Desembaraçados do Pecado

Avalie este item
(0 votos)

Texto:  Hebreus 12:1-2 

INTRODUÇÃO:

Jesus é o nosso referencial. Ele veio ao mundo e viveu, como homem nesta terra, com as mesmas necessidades que nós, porém, soube vencer todas as tentações (Hebreus 4:15). A Palavra de Deus nos ensina que ser tentado não é pecado, mas o pecado nasce como uma consequência de uma rendição à tentação. “Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado e o pecado, sendo consumado, gera a morte.” (Tiago 1:14-15).

1.  O QUE É PECADO?

Pecado é todo ato que contraria a Palavra de Deus, onde encontramos os Seus mandamentos.  A consequência do pecado é a morte (Rm 6:23). Aquele que transgride uma lei humana torna-se réu de sentença apropriada. O juiz é obrigado a cumprir a lei, imputando a penalidade cabível. Se a justiça dos homens exige punição, quanto mais a justiça de Deus que é perfeita! Todos podem pecar por pensamentos, palavra, ações ou omissão, mas está escrito na Bíblia que devemos deixar “todo embaraço e o pecado que de perto nos rodeia”. Isto é, resistir às tentações e às armadilhas do diabo que anda ao nosso derredor “buscando a quem possa tragar” (1Pedro 5:8). Só Jesus nos fortalece para vencermos as tentações e andarmos em santidade. Deus pede que sejamos santos, porque deseja nos ver com vida. Santo não é aquele que nunca peca, mas aquele que se afasta do pecado e olha para Jesus que é o Caminho, a Verdade e a vida.

2.  ARREPENDIMENTO E CONFISSÃO

“Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim e dos teus pecados não me lembro.” (Isaías 43:25).

Deus apaga nossos pecados mediante nosso arrependimento (Atos. 3:19). Arrependimento é sentir dor profunda por haver ofendido a Deus com o pecado. Mas Deus é tão maravilhoso que, mesmo ofendido, é capaz de nos perdoar e esquecer completamente o nosso pecado. Ele não se esquece de nós, mas dos nossos pecados sim, desde que haja confissão e arrependimento. Assim, o pecado, quando perdoado, torna-se inexistente na memória de Deus. Aleluia! “O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia.” (Pv.28:13). A misericórdia de Deus consiste em um recomeço. Quantas vezes na vida o homem tem a oportunidade de recomeçar! Mas com Deus sempre haverá essa chance e deve ser aproveitada. Através de Jesus Cristo, o homem, que está preso em seus delitos e pecados, tem a oportunidade de conhecer um futuro com Deus, se tornando uma nova criatura. As coisas velhas se passam e tudo se faz novo. (2Co 5:17). Porém, é preciso deixar a vida velha para receber a nova vida de Deus – a Vida Eterna.

CONCLUSÃO

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”. (1João1:9).

Ler 187 vezes
  • Pr Orimar Carneiro

    Pastor no MiR PBS

    MiR Parauapebas

    Website.: twitter.com/orimarcarneiro

    Deixe um comentário

    Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

    Programações

    Blog do MiR PBS