08 Julho 2019 Publicado em Células Escrito por 

A soberana vontade de Deus

Avalie este item
(0 votos)

Texto:  Mateus 7:21; João 4:34; 5:30 

INTRODUÇÃO

A coisa mais importante na nossa vida é saber e fazer a vontade de Deus. A Palavra diz que ela é “boa, agradável e perfeita” (Rm 12:2). Precisamos, então, conhecer a vontade do nosso Deus e Pai Celestial, a fim de que a nossa vida possa ser abundante em graça, paz, saúde e prosperidade. Entretanto, a vontade de Deus para o homem, prioriza a sua salvação eterna: “o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade” (1Timóteo 2:4). 

PRINCÍPIOS PARA CONHECERMOS A VONTADE DE DEUS

1.   SACRIFICAR A PRÓPRIA VONTADE

O que mais atrapalha alguém de ouvir a voz de Deus é não renunciar à sua própria vontade. Por querer fazer somente o que quer, há uma tendência de só ouvir o que lhe convém. Muitas vezes, Deus responde à uma oração com um NÃO, mas muitos só querem ouvir um SIM e, dessa forma, tendem a associar tudo que recebem como sendo a resposta de Deus para o que desejam. Para entendermos a vontade de Deus, precisamos estar com o coração aberto para aceitarmos a Sua resposta, seja ela sim ou não. Quando Deus nos responde com um NÃO, é porque Ele quer nos proteger. Quando Ele nos orienta a fazer alguma coisa, é porque quer nos prosperar. Quando decidimos sacrificar nossa vontade própria e abraçar a vontade de Deus, vamos experimentar vitórias em todas as áreas da nossa vida.

2.  MEDITAR NA PALAVRA DE DEUS

A Palavra de Deus é como “qualquer espada de dois gumes e penetra até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração”(Hebreus 4:12). Isto é: Ela é apta para separar o que vem da alma (voz do eu) e o que vem do Espírito (voz de Deus). Quando Deus fala conosco, Ele fala ao nosso espírito. Ele nunca fala à nossa alma, pois ela é a sede da vontade humana. Ler a Bíblia diariamente é muito importante, pois ela sempre nos ajudará a reconhecer a voz de Deus e a Sua perfeita vontade.

3.  ORAR SEM CESSAR

Desde que o apóstolo Paulo ouviu falar da fé dos colossenses, não cessou de orar para que eles conhecessem a vontade plena de Deus. Quando buscamos ao Senhor em oração, recebemos sabedoria, discernimento e inteligência espiritual (não humana), para que possamos “andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra e crescendo no conhecimento de Deus.” (Cl 1:9-10).

CONCLUSÃO

Ao fazermos a vontade de Deus, teremos paz no nosso coração, pois não haverá dúvidas, insegurança e ansiedade. Quando oramos a Deus e sentimos paz no nosso coração, é o sinal de que estamos no caminho certo.

Ler 24 vezes
  • Pr Orimar Carneiro

    Pastor no MiR PBS

    MiR Parauapebas

    Website.: twitter.com/orimarcarneiro

    Deixe um comentário

    Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

    Programações

    Blog do MiR PBS